quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Soneto pra Ti

Procurei por um florido campo,
Então vi o destaque de uma linda flor,
Formosa a ponto de morrer de amor,
Pura beleza formada de encanto.

Grande merecimento deste dia santo!
Quem puderas me ofertar este esplendor?
Sei que o tempo virá e me trará a dor,
Sei que a vida ao passar me dará pranto,

Andemos ao fim do dia pra ver:
A paixão ardente e o amor se entrelaçando,
Embaraçando, entretanto, o sentido ao viver.

Não fico aqui parado, esquivo e esperando,
Trato de viver contigo enquanto o tempo ser,
Largo os conflitos criados e sigo te amando...

Todos os direitos reservados, caso queira publicar este poema favor comunicar anteriormente ao autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário